Make your own free website on Tripod.com
Buscape

Suspensão

A suspensão é um dos principais responsáveis pela evolução do automóvel.
No início o chassi ou monobloco era ligado diretamente a eixos rígidos, causando assim um desconforto aos passageiros. Com o desenvolvimento da tecnologia de fabricação de feixe de molas, em 1660, houve a separação dos eixos do monobloco, aumentando assim o conforto e estabilidade na dirigibilidade do veículo.
Devido a altas amplitudes de oscilação causadas pelas molas, influenciando diretamente na estabilidade do veículo, chegamos aos amortecedores que teve e tem papel fundamental para diminuição das amplitudes de vibração causadas pelas molas.

Os veículos são divididos em duas partes fundamentais: são chamadas de peso suspenso e não suspenso.
O peso não suspenso é à parte que está em “contato direto” com o solo em que o veículo trafega(amortecedores, bandejas, colunas de suspensão, molas, rodas, sendo que estas duas últimas são quem primeiro atuam como elemento elástico da suspensão.). 
Os pesos suspensos são: o monobloco, seus componentes e ocupantes do automóvel, que não são sustentados pelas molas do veículo, portanto estão sujeitos à ação de vibrações.
As forças dinâmicas aplicadas nas molas tiram a estabilidade do veículo. Cabe ao amortecedor controlar estas ações e reações dinâmicas das molas, evitando assim a repetição dos seus movimentos.
Quando a mola é comprimida, o amortecedor não oferece resistência à mesma. Apenas na distensão da mola é que o amortecedor deve exercer maior força com o objetivo de atenuar o número de oscilações da mola. É devido a este fato que, quando acionamos um amortecedor com as mãos, é mais fácil fechá-lo do que abri-lo.

De acordo com o tipo de sistema que faz ligação entre o monobloco ou chassi com as rodas, é que definimos o tipo de suspensão.
A suspensão dependente é caracterizada por um sistema de eixo rígido que une as rodas dianteiras ou traseiras, com isso, ao se comprimir uma das rodas contra a carroceria, a roda oposta tenderá a perder sua posição geométrica ideal em relação ao solo, diminuindo a área de atrito com o pneu.
O tipo de suspensão independente tem como característica a utilização de um sistema articulado para cada roda, conseqüentemente, o impacto sofrido por uma roda não é transmitido para a outra.
A suspensão semi-independente é aquela que apesar das rodas estarem unidas por um eixo, esse eixo em determinadas condições de esforços sofre torção.

A geometria da direção, consiste na combinação de ângulos obtidos nas rodas que influem na dirigibilidade do veículo, proporcionando estabilidade, melhor rendimento dos pneus, economia de combustível, etc.
Para efetuar um alinhamento correto, temos que levar em conta alguns procedimentos: ajustar a pressão dos pneus, verificar estado das buchas, folga em rolamentos de roda, carga do veículo(para que um lado não esteja mais baixo do que outro).
Nenhum veículo com elementos desgastados ou avariados podem ser alinhados corretamente.

Cursos 24 Horas - Cursos 100% Online com Certificado
Cursos Online com Certificado - Cursos 24 Horas - Matricule-se!
TRE-PE-TECNICO JUDICIÁRIO
TRE-PE
TECNICO JUDICIÁRIO